Webmail
E-mail:
Senha:
Siga-nos
Redes sociais
Fone: (55)3233 1796
Plantão: 99986 3660
Untitled Document
A Casa do Dragão: o que esperar da 2ª temporada da série de Game of Thrones

Por Yasmin Altaras, para o TechTudo

10/11/2022 02h01  Atualizado há um dia

A Casa do Dragão: o que esperar da 2ª temporada da série de Game of ThronesDivulgação/HBO

Após o fim da primeira temporada de A Casa do Dragão (House Of The Dragon, em inglês) no dia 23 de outubro, muitos espectadores e fãs da série derivada de Game Of Thrones aguardam ansiosamente a sequência do projeto, que foi renovado pela HBO. As gravações, no entanto, começam apenas no início de 2023. A primeira parte da série focou na apresentação dos personagens e suas respectivas Casas na grande e complicada trama de Westeros, bem como a sucessão dos Targaryen ao Trono de Ferro.

Entretanto, a segunda temporada do seriado promete muito mais drama e violência com a chegada da tão esperada "Dança dos Dragões". Por conta disso, o TechTudo reuniu nesta lista tudo o que os fãs da nova série derivada de Game Of Thrones podem esperar na sequência do projeto. Confira:

Segunda temporada de HOTD promete responder muitos dos conflitos deixados pela primeira season — Foto: Divulgação/HBO

Segunda temporada de HOTD promete responder muitos dos conflitos deixados pela primeira season — Foto: Divulgação/HBO

📝 Não consigo assinar HBO Max: o que fazer? Descubra no Fórum do TechTudo

 

Alerta de spoiler abaixo!

 

 

Winterfell

 

No último episódio da primeira temporada, a princesa Rhaenyra (Emma DArcy) envia seus dois filhos mais velhos, Jacaerys (Harry Collett) e Lucerys (Elliot Grihault), em missões diplomáticas longe de Pedra do Dragão com o intuito de angariar mais aliados em sua causa por legitimação ao Trono de Ferro. Contudo, o que era para ser uma tarefa simples acaba terminando com a morte do caçula Lucerys, morto por seu tio Aemond (Ewan Mitchell). Esse acontecimento, inclusive, será o estopim da Dança dos Dragões, nome da guerra civil que será travada pelos dois clãs Targaryen.

Por outro lado, Jacaerys é enviado ao extremo norte de Westeros. Lá ele irá conhecer Cregan Stark, Senhor de Winterfell e Protetor do Norte. Segundo o livro “Fogo e Sangue”, de George R. R. Martin, no qual a série é baseada, é neste encontro que será selada a aliança entre as duas grandes Casas, conhecida como Pacto de Gelo e Fogo. O acordo consiste no casamento de uma futura princesa Targaryen com um integrante da família Stark, unindo, assim, os dois clãs.

 

Novos personagens

 

Além das intrigas familiares, o clã Targaryen é dividido em duas facções com seus lealistas, sendo elas os Negros e os Verdes. O primeiro grupo apoia a ascensão de Rhaenyra como Rainha dos Sete Reinos durante a Dança dos Dragões, enquanto que o segundo, o príncipe Aegon II (Tom Glynn-Carney).

A sequência da série derivada trará, ainda, novos nomes para a trama do spin-off. Dessa forma, A Casa do Dragão provavelmente abordará a questão dos bastardos Targaryen e sua legitimação tardia. Isso porque os Negros possuem muitos dragões em comparação aos Verdes, mas poucos montadores. Em uma guerra travada por uma família conhecida por ter Senhores de Dragões, não ter ninguém para dominar e guiar a perigosa criatura representa fraqueza em uma guerra.

Por conta disso, este deverá ser um dos grandes destaques da história, visto que parte do plano estratégico inclui legitimar os bastardos – conhecidos como "nascidos da semente de dragão" – e, assim, ganhar montadores e aliados. O apoio deles será recompensado com títulos e propriedades concedidos graças à sucessão hereditária.

As gravações da segunda temporada começarão no início de 2023 — Foto: Divulgação/HBO

As gravações da segunda temporada começarão no início de 2023 — Foto: Divulgação/HBO

 

Expansão do mapa de Westeros

 

Após revelar, em recente entrevista concedida à revista Variety, que as gravações da segunda temporada de A Casa do Dragão começarão no início de 2023, Ryan Condal, o showrunner do projeto, revelou também detalhes sobre a sequência do projeto. Segundo o roteirista, novos lugares serão explorados no mapa de Westeros.

Para o Condal, o show definitivamente tem que expandir seu escopo na segunda temporada. "Assim como o Game of Thrones original cresceu em escopo e extensão, o nosso também crescerá. Vivemos um bom tempo em três mundos diferentes através desta série: Porto Real, Pedra do Dragão e Marca de Deriva. Eu acho que essas continuarão sendo as bases para o show. Mas está chegando uma guerra que exige alianças de diferentes reinos e exércitos em todo o mapa de Westeros”, afirma.

Além disso, ele também soltou pequenos detalhes do que virá nos acontecimentos dos episódios futuros da série de fantasia. “Não acho que seremos tão vastos quanto o Game of Thrones original em sua análise final. Mas definitivamente há muito mais mundos novos por vir, e que você não necessariamente viu no show original também. Tenha certeza, há muito espaço para vir”, conclui ele.

 

Ovos de dragões

 

Após o casamento de Rhaenyra com o príncipe Daemon (Matt Smith), tio da princesa, os dois têm dois filhos. Um dos costumes do clã Targaryen quando um novo herdeiro nasce é colocar um ovo de dragão para chocar ao lado do recém-nascido no berço, para, assim, os dois criarem laços e, futuramente, a criança montar a criatura.

O dragão da princesa se chama Syrax e é uma fêmea. No oitavo episódio da primeira temporada, o animal coloca três ovos. Meses depois, antes de Rhaenyra perder seu terceiro filho com Daemon em um parto prematuro, o príncipe havia pegado três ovos de dragão, indicando que mais criaturas aladas estarão presentes na trama da segunda temporada.

 

Saltos temporais

 

Durante os dez episódios da primeira temporada, os fãs assistiram a pelo menos três saltos temporais na narrativa da série em um período de aproximadamente 20 anos. No entanto, este não será o caso da segunda parte do projeto, visto que nesta sequência ocorrerá a Dança dos Dragões, isto é, a guerra civil entre os dois clãs Targaryen. Além disso, Ryan Condal também afirmou que não haverá troca do elenco.

 

Repercussão da série

 

Com recordes de audiência a cada novo episódio, o prequel de Game Of Thrones teve a maior estreia da história da HBO e foi produzido em parceria pelas empresas GRRM, Bastard Sword e 1:26 Pictures Inc. Outro ponto de destaque da série foram as boas avaliações, como é o caso do IMDb, que concedeu uma nota de 8.6 de 10 para a produção de fantasia. Por fim, vale lembrar que todos os episódios da primeira temporada de A Casa do Dragão estão disponíveis na HBO Max.





Rua Antão Faria, 1010
Fone: (55) 3233-1796/3515
Plantão: 99986-3660
São Sepé-RS CEP: 97340-000
PlugNet - Internet Banda Larga em São Sepé - RS